quinta-feira, 28 de maio de 2015

Pontes fantasma da Ucrânia

Depois de uns dias em Kiev, viajei de carro até Odessa, no Mar Negro.
Apesar dos quase 500 km de distância, a viagem não foi demasiado longa, uma vez que a estrada até estava em razoáveis condições. Na maior parte do trajeto quase se assemelhava a uma auto-estrada. Um trajeto quase em linha reta através da ampla planície do centro da Ucrânia.

Ao longo da viagem passei por dezenas, sim dezenas (!), de pontes inacabadas sobre a via rápida onde viajávamos.

Porquê tantas pontes começadas a construir e quase nenhuma acabada?
Pelo que me contou o Pacha, que ia a conduzir, é tudo obra das politiquices ucranianas.
Estas pontes fantasma são relativamente recentes, dos finais da década de 2000 - foram criadas algures entre o tempo em que Yushchenko[2005-2010] e Yanukovych[2010-2014] estavam no poder.

A construção destas travessias sobre as vias rápidas foi uma muito badalada promessa eleitoral.
A construção de dezenas de pontes começou em força; depois entretanto o dinheiro ou acabou ou desapareceu - sempre devido a uma muito boa justificação, como por exemplo a alta do preço do petróleo ou a crise externa - e pronto ... ficou tudo pendurado.


E porquê dezenas de pontes começadas e nenhuma terminada?
Estas pontes foram adjudicadas não a uma ou duas, mas sim a várias empresas de construção civil. Desta forma todas receberam algum dinheiro para arrancar com as obras, mas não o suficiente para as terminar.

Porquê adjudicar obras a muitas empresas em vez de o fazer a uma única?
A grande vantagem que há em contratar muitas empresas em vez de uma só é a de poder deixar “vários amigos” com dinheiro no bolso, em vez de apenas um.

Para mim estas pontes inacabadas são a parte mais visível da corrupção que se vive no dia-a-dia da Ucrânia.









Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.